O menestrel - William Shakespeare

segunda-feira, março 29, 2010 Posted In , , Edit This 0 Comments »

Frase do dia...

segunda-feira, março 29, 2010 Posted In Edit This 0 Comments »
"Temos de ir à procura das pessoas, porque podem ter fome de pão ou de amizade." 
Madre Teresa de Calcutá 

Frase do dia...

sexta-feira, março 26, 2010 Posted In Edit This 0 Comments »
"Feliz aquele que vence o egoísmo, alcança a paz, encontra a verdade. A verdade liberta-nos do mal; não há no mundo libertador igual. Confia na verdade, mesmo que não sejais capazes de compreendê-la, mesmo que no começo vos pareça amarga a sua doçura. "
Buda

Frase do dia...

quarta-feira, março 24, 2010 Posted In Edit This 0 Comments »
"A prisão não são as grades, e a liberdade não é a rua; existem homens presos na rua e livres na prisão. É uma questão de consciência. "
Ghandi

Ao olhar dentro de mim...

quarta-feira, março 24, 2010 Posted In , , Edit This 0 Comments »
"Ao olhar para dentro de mim
e percebi que sou exatamente, como os iguais
que me faziam diferente.
E acreditei profundamente em mim.
E tenho como dívida na vida,
fazer com que cada ser humano se perceba,
se ame, se admire, se veja,
como verdadeira fonte de riqueza.
Foi assim que cresci: acreditando ser exatamente
do tamanho de cada ser humano.
E por acreditar, perdi o medo de fazer, de falar, participar e até de cometer enganos.
E se errar?
Paciência, continuo vivendo,
e por isso aprendendo.
Por isso aprendo porque errar e humano..."

Reflexão Espírita

segunda-feira, março 22, 2010 Posted In Edit This 0 Comments »

Frase do dia...

segunda-feira, março 22, 2010 Posted In Edit This 0 Comments »
"A questão mais aflitiva para o espírito no Além 
é a consciência do tempo perdido."
Chico Xavier

Auxilio moral

segunda-feira, março 22, 2010 Posted In Edit This 0 Comments »
Em muitas circunstâncias, afligimo-nos ante a impossibilidade de alterar o pensamento ou o rumo das pessoas queridas.
         Como auxiliar um filho que se distancia de nós, através de atitudes que consideramos indesejáveis, ou amparar um amigo que persiste em caminho que não nos parece o melhor?
         Às vezes, a criatura em causa é alguém que nos mereceu longo tempo de convivência e carinho; noutros lances da vida, é pessoa que se nos erigia na estrada em baliza de luz.
         Tudo o que era harmonia passa ao domínio das contradições aparentes, e tudo aquilo que se nos figurava tarefa triunfante, nos oferece a impressão de trabalho deteriorado voltando à estaca zero.
         Chegados a esse ponto de indagação e estranheza é imperioso compreender que todos os temos na edificação espiritual uns dos outros uma parte limitada de serviço e concurso, depois da qual vem a parte de Deus.
         O lavrador promove condições favoráveis ao plantio da lavoura, mas não consegue colocar o embrião na semente; protege a árvore, mas não lhe inventa a seiva.
         Assim ocorre igualmente conosco, nas linhas da existência.
         Cada qual de nós pode ofertar a outrem apenas a colaboração de que é capaz.
         Além dela, surge a zona íntima de cada um, na qual opera a Divina Providência, através de processos inesperados e, muitas vezes, francamente inacessíveis ao nosso estreito entendimento.
         Diante, pois, dos seres diletos que se nos complicam na estrada, o melhor e mais eficiente auxílio moral com que possamos socorrê-los, será sempre o ato de entender-lhes a bênção da oração silenciosa, para que aceitem, onde se colocaram, o Amparo Divino que nunca falha.
         Sejam quais sejam os problemas que nos forem apresentados pelos entes queridos, guardemos a própria serenidade e cumpramos para com eles a parte de serviço e devotamento que lhes devemos, depois da qual é forçoso nos decidamos a entregá-los à oficina da vida, em cujas engrenagens e experiências recolherão, tanto quanto nós todos temos recebido, a parte oculta do Amor e da assistência de Deus.

Xavier, Francisco Cândido. Do Livro: Alma e Coração.  Ditado pelo Espírito Emmanuel

Começar de novo...

sábado, março 20, 2010 Posted In Edit This 0 Comments »
Erros passados, tristezas contraídas, lágrimas choradas, desajustes crônicos!...
Às vezes, acreditas que todas as bênçãos jazem extintas, que todas as portas se mostram cerradas à necessária renovação!...
Esqueces-te, porém, de que a própria sabedoria da vida determina que o dia se refaça cada amanhã.
Começar de novo é o processo da Natureza, desde a semente singela ao gigante solar.
Se experimentaste o peso do desengano, nada te obriga a permanecer sob a corrente do desencanto. Reinicia a construção de teus ideais, em bases mais sólidas, e torna ao calor da experiência, a fim de acalentá-los em plenitude de forças novas.
O fracasso visitou-nos em algum tenta-me de elevação, mas isso não é motivo para desgosto e autopiedade, porquanto, freqüentemente, o malogro de nossos anseios significa ordem do Alto para mudança de rumo, e começar de novo é o caminha para o êxito desejado.
Temos sido desatentos, diante dos outros, cultivando indiferença ou ingratidão; no entanto, é perfeitamente possível refazer atitudes e começar de novo a plantação da simpatia, oferecendo bondade e compreensão àqueles que nos cercam.
Teremos perdido afeições que supúnhamos inalteráveis; todavia, não será justo, por isso, que venhamos a cair em desânimo.
O tempo nos permite começar de novo, na procura das nossas afinidades autênticas, aquelas afinidades suscetíveis de insuflar-nos coragem para suportar as provações do caminho e assegurar-nos o contentamento de viver.
Desfaçamo-nos de pensamentos amargos, das cargas de angústia, dos ressentimentos que nos alcancem e das mágoas requentadas no peito! Descerremos as janelas da alma para que o sol do entendimento nos higienize e reaqueça a casa íntima.
Tudo na vida pode ser começado de novo para que a lei do progresso e de aperfeiçoamento se cumpra em todas as direções.
Efetivamente, em muitas ocasiões, quando desprezamos as oportunidades e tarefas que nos são concedidas na Obra do Senhor, voltamos tarde a fim de revisá-las e reassumi-las, mas nunca tarde demais.

Xavier, Francisco Cândido. Do Livro: Alma e Coração.  Ditado pelo Espírito Emmanuel

Frase do dia...

sábado, março 20, 2010 Posted In Edit This 0 Comments »
"Todas as batalhas na vida servem para ensinar-nos algo, inclusive aquelas que perdemos."
 Paulo Coelho

Amar ao próximo...

sábado, março 20, 2010 Posted In Edit This 0 Comments »

O Ateu

segunda-feira, março 15, 2010 Posted In Edit This 0 Comments »
Sujeito que clama e berra
Contra a vida a que se agarra,
Vive em perene algazarra
Colado aos brejais da terra.

Do raciocínio faz garra
Com que à verdade faz guerra,
Na desdita em que se aferra,
À ilusão em que se amarra.

De mente sempre na birra
Ouve a ambição que lhe acirra
A paixão que o liga à burra.

Mas a luz divina jorra
E a vida ganha a desforra
Na morte que o pega e surra.

Xavier, Francisco Cândido; Baccelli, Carlos A. Da obra: Brilhe Vossa Luz. Ditado pelo Espírito Alfredo Nora.

Frase do dia...

segunda-feira, março 15, 2010 Posted In Edit This 0 Comments »
"Quando você elimina o impossível, o que sobra por mais incrível que pareça só pode ser a verdade. "
Arthur Conan Doyle

Frase do dia...

sexta-feira, março 12, 2010 Posted In Edit This 0 Comments »
"A caridade é o amor, é o sol que Nosso Senhor fez raiar claro e fecundo; alegrando nesta vida a existência dolorida dos que sofrem neste mundo! "
(Casimiro Cunha)

De Sol a Sol

sexta-feira, março 12, 2010 Posted In Edit This 0 Comments »
Dizes-te numa época de tensão, na qual os sucessos de ordem negativa surgem aos montes, compelindo-te aos mais graves testes de fortaleza moral.
Tão grande a massa de conflitos, na esfera da alma, que muitos dos nossos irmãos de jornada evolutiva se recolhem à retaguarda, buscando refazimento, quando não a cura dos nervos destrambelhados.
À vista disso, indagas, por vezes, como trabalhar eficientemente e, ao mesmo tempo, resistir com êxito ao assédio da inquietação. Realmente, isso envolve questão muito importante no mundo íntimo de cada um de nós, porquanto nem podemos parar nos domínios da ação e nem desconhecer a necessidade de equilíbrio para suportar construtivamente as provas que venham a sobrevir. A única solução a nosso ver, será focalizar a mente do Espírito do Senhor, e Ele, o Divino Mestre, dar-nos-á rendimento em serviço e descanso ao coração. Se aparecerem dificuldades imprevistas, entrega-lhe os obstáculos que te aborrecem, e prossegue no dever que te esposaste. Se tribulações te caírem na estrada, imagina-lhe as mãos vigorosas nas tuas e procura atravessa-las, de ânimo firme, aproveitando a lição bendita do sofrimento. Se problemas te desafiam, transmite-lhe as tuas apreensões e atende com paciência aos encargos que a vida te reservou. Se amigos te desertaram, mentaliza nele o companheiro infalível e continua fiel aos compromissos que te honorifiquem a existência.
Dividamos diariamente com Cristo de Deus a carga abençoada de trabalho que nos pese nos ombros. Ele é o gerente de toda a empresa de elevação e sócio provedor de todas as nossas necessidades. Deixa que o Senhor faça por ti a carga de trabalho de não consegues fazer, e segue a frente oferecendo os melhores recursos de que disponhas, no desempenho das obrigações imediatas que te compete, e observarás que quaisquer aflições se dissipam, em torno de ti, como as sombras se desfazem à luz dos Céus, a fim de que sirvas alegremente, no bem de todos, com invariável serenidade, de sol a sol.

Xavier, Francisco Cândido. Do Livro: Alma e Coração.  Ditado pelo Espírito Emmanuel 

Alegria e Esperança

quarta-feira, março 10, 2010 Posted In , , Edit This 0 Comments »
         Beneficência é também viver corajosamente com esperança e alegria.
         Pensa nos acidentados da alma.
         Os que foram atropelados pelas grandes provações nem sempre se reconhecem tão fortes, a ponto de te dispensarem o socorro espiritual.
         Caminha reerguendo os corações caídos em tristeza e desânimo.
         Rearticula a fé nos companheiros que se perderam do rumo. Se algum deles se marginaliza, auxilia-o a reajustar-se na trilha certa.
         Estende as mãos aos que se imobilizaram no sofrimento para que retomem o trânsito natural de quantos se dirigem para a frente.
         Para isso, lembra-te de esquecer os argumentos amargos e as reminiscências infelizes.
         Fala no bem, encaminha-te para o futuro, interpreta com a luz do amor os acontecimentos da vida e eleva os assuntos para os cimos da compreensão.
         Dispões do olhar de simpatia, do entendimento fraterno, do sorriso amistoso, da palavra benevolente; reaquece a confiança nos irmãos que esmorecem ao contato dos problemas do mundo e ajuda-os a refletir na Bondade Divina que nos acolhe a todos.
         Não te detenhas.
         Caminha avivando a chama da alegria por onde passes.
         Se não trazes contigo fontes de consulta capazes de renovar-te os conhecimentos nem podes ouvir, de imediato, os Mentores da Sabedoria que te reformulem o verbo para a exaltação do bem, medita contigo mesmo e perceberás que da erva esquecida no campo aos sóis que resplendem no Espaço Cósmico, tudo te falará de alegria e de esperança na Criação de Deus.

Xavier, Francisco Cândido. Do Livro: “Algo Mais”. Ditado pelo Espírito Emmanuel.

Frase do dia...

quarta-feira, março 10, 2010 Posted In Edit This 0 Comments »
"Felicidade é ter o que fazer, ter algo que amar, e algo que esperar."
 Aristóteles

Uma Pequena Homenagem Para Todas as Mulheres... Parabéns a todas vocês!!!!

segunda-feira, março 08, 2010 Posted In , Edit This 0 Comments »


Que nós mulheres possamos a cada dia que se passa , deixar o jardim da vida, mais e mais belo!!!

Frase do dia...

segunda-feira, março 08, 2010 Posted In , , Edit This 0 Comments »
"O caminho da mulher honesta está juncado de flores; mas estas crescem atrás dos seus passos e não na frente." 
(John Ruskin)

Virtudes da mulher

segunda-feira, março 08, 2010 Posted In , Edit This 0 Comments »
(De Gilberto Veras, em Fortaleza, 06/03/04)

Fosse eu mulher, seria mais feliz.
Mais tranqüilo viveria,
Porque sentimentos leves
E suaves predominariam em meu coração,
Saberia com mais facilidade neutralizar os nocivos
Que nos endurecem e dificultam a convivência com o belo
E a espontaneidade do carinho com quem amamos.
Sorriria mais,
Rugas desapareceriam de minha face,
Para que a alegria se estampasse em louvor a vida.
Não teria vergonha de beijar a quem amasse,
Cujo número se multiplicaria pela ausência do preconceito.
A ternura, que conquista o bruto;
A doçura, que atenua o fel da insensibilidade;
A capacidade de perdoar, que transforma o invejoso em admirador;
Teriam trânsito livre no meu psiquismo.
Não precisaria conter as lágrimas
Quando a dor de meu irmão furasse a minha alma.
Não seria comedido nem econômico na hora de dividir sentimentos de solidariedade.
A fraternidade estaria livre, sem a parcimônia de interpretações sociais.
Eu seria mais eu e produziria muito mais para Deus.
Por isso eu parabenizo as mulheres pela excelente oportunidade existencial.

Mulher

segunda-feira, março 08, 2010 Posted In , , Edit This 0 Comments »
O Homem é o rei da criação,
A Mulher é fonte de água pura.
Mas quando a fonte não está segura
Ele desce da sua realeza
E pode fazer qualquer coisa.
No lar cristão, em toda a parte
A mulher é presença de amor e luz,
Mas para ser protetora do Homem,
Deve ser a mensageira de Jesus.

Xavier, Francisco Cândido. Ditado pelo espírito Maria Dolores.

Oração à mulher...

segunda-feira, março 08, 2010 Posted In , , Edit This 0 Comments »
Missionária da Vida.
Ampara o homem para que o homem te ampare.
Não te conspurques no prazer, nem te mergulhes no vício.
A felicidade na Terra depende de ti, como o fruto depende da árvore.
Mãe, sê o anjo do lar.
Esposa, auxilia sempre.
Companheira, acende o lume da esperança.
Irmã, sacrifica-te e ajuda.
Mestra, orienta o caminho.
Enfermeira, compadece-te.
Fonte sublime, se as feras do mal te poluírem as águas, imita a corrente cristalina que no serviço infatigável a todos, expulsa do próprio seio a lama que lhe atiram.
Por mais te aflija a dificuldade, não te confies à tristeza ou ao desânimo.
Lembra os órfãos, os doentes, os velhos e os desvalidos da estrada que esperam por teus braços e sorri com serenidade para a luta.
Deixa que o trabalho tanja as cordas celestes do teu sentimento para que não falte a música da harmonia aos pedregosos trilhos da existência terrestre.
Teu coração é uma estrela encarcerada.
Não lhe apagues a luz para que o amor resplandeça sobre as trevas.
Eleva-te, elevando-nos.
Não te esqueças de que trazes nas mãos a chave da vida porque a chave da vida é a glória de Deus.

Xavier, Francisco Cândido. Da obra À LUZ DA ORAÇÃO. Ditado por Meimei.

Frase do dia...

sábado, março 06, 2010 Posted In , Edit This 0 Comments »
"Pegue a sua bondade e dê-a a quem não sabe dar."

Discussões

sábado, março 06, 2010 Posted In Edit This 0 Comments »
Hora de aborrecimento ou desagrado – tempo de silêncio e de oração.
Esclarecer, analisar, observar, anotar, mas toda vez que o azedume apareça, mesmo de longe, deixar a conversação ou o entendimento para depois.
Discutir, no sentido de questionar ou contentar, é o mesmo que atirar querosene à fogueira.
Sempre que nos adentramos na irritação, a tomada de nosso pensamento se liga, de imediato, para as áreas da perturbação ou da sombra. Então, a palavra se nos debita na conta do arrependimento, porque fàcilmente exageramos impressões, esposamos falsos julgamentos, provocamos reações negativas ou magoamos alguém sem querer. E o pior ele tudo isso é que as rupturas nas relações harmoniosas do lar ou do grupo fraterno principiam de bagatelas semelhantes às brechas diminutas pelas quais se esbarrondam vigorosas represas, criando as calamidades da inundação.
Saibamos tolerar os dissabores e contratempos da vida, arredando-os do cotidiano, como quem alimpa um campo minado.
Aceitemos a reclamação alheia, paguemos o prejuízo que nos seja possível resgatar sem maior sacrifício e esqueçamos a frase impensada ou o gesto de desconsideração tantas vezes involuntários com que nos hajam ferido.
Nunca valorizar ocorrências desagradáveis ou futilidades que pretendam tisnar-nos o otimismo.
Há quem diga que da discussão nasce a luz. É provável seja ela, em muitos casos, um fator de discernimento, quando manejada por espíritos de elevada compreensão”; no entanto, em muitos outros, nada mais faz que apoiar a discórdia e apagar a luz.

Xavier, Francisco Cândido. Do Livro: Alma e Coração.  Ditado pelo Espírito Emmanuel